o que afeta o valor do Bitcoin - Biscoint

    As moedas digitais, como o Bitcoin, são globais e descentralizadas e alguns fatores podem afetar o valor do bitcoin. Assim sendo, os fatores políticos e estatais não afetam diretamente as oscilações das criptomoedas, mas existem diversas outras coisas que devemos nos atentar antes de investir em bitcoin. Continue a leitura e entenda como funciona.

    Quais fatores afetam na variação do valor do Bitcoin?

    Apesar de tudo, o dólar pode afetar diretamente ou indiretamente no valor do Bitcoin e de outras criptomoedas. Afinal, o mundo econômico é cotado em grande parte pela moeda norte-americana. Alguns fatores computacionais, correções no protocolo do software de alguma altcoin, ou até mesmo, ataques de hackers em alguma casa de câmbio refletem no valor do Bitcoin. Assim sendo, podemos afirmar que fatores regulatórios (ETF e SEC por exemplo) também podem afetar. Outro ponto, as brigas entre os entusiastas da tecnologia e desenvolvedores – conhecidas como hashwars – também podem refletir na variação do Bitcoin.

    As transações da rede do Bitcoin influenciam no valor?

    Enfim, os fatores que podem afetar a variação do preço do Bitcoin podem ser diversos, até mesmo, as famosas “baleias” que podem transacionar com muito volume, isso pode fazer o preço desabar ou subir. Lembra da lei da oferta e demanda? Assim, as quedas ou altas podem ser ocorrer pela movimentação dos ativos digitais. Por isso, recomendamos que você busque investir com inteligência e cautela para ter resultados melhores e entendimento sobre o que afeta .

    Como entender o valor do Bitcoin?

    Concluindo, resolvemos listar as dicas essenciais para você entender o que afeta o valor do Bitcoin. Listamos abaixo algumas coisas que você precisa ficar de olho para saber investir com mais racionalidade. Entretanto, estude constantemente e fique atento aos diversos fatores do mercado que podem afetar as criptomoedas. Assim, entenda também o que é um “crash“.

    Veja algumas dicas a seguir:

    • Acompanhe gráficos diariamente e teorize;
    • Estude constantemente e leia notícias internacionais;
    • Busque fazer análises e quais fatores podem afetar no valor do Bitcoin;
    • Crie uma rotina de estudos e análises;
    • Invista seu dinheiro com inteligência;
    • Assista documentários essenciais sobre Bitcoin 

    Enfim, espero que você tenha tido uma compreensão melhor sobre o que afeta o valor do Bitcoin. Concluindo, as criptomoedas são descentralizadas e consideradas ativos escassos. Assim sendo, você precisa entender também a verdade sobre o lastro do Bitcoin. Antemão, estamos totalmente dispostos a te ajudar a tomar a melhor decisão na hora de comprar ou vender bitcoins. Encontrar um único motivo que melhor explique as coisas que afetam no valor do Bitcoin é irrelevante.

    Espero que você tenha gostado de entender o que afeta no valor do Bitcoin!

    Acompanhe o valor do Bitcoin no Biscoint em tempo real

    Siga o Biscoint
    Facebook  |  Linkedin  |  Twitter  |  Youtube  |  Google Play Store

    Read more

    Mycelia - Música em Blockchain Criado por Imogen Heap

    Mycelia – música auto-sustentável em blockchain

    Música em Blockchain? Isso mesmo! O projeto desenvolvido por Imogen Heap expande o universo da música em blockchain. Descentralizar é preciso sim! Inicialmente, a equipe do Mycelia – projeto em blockchain criado por Imogen Heap – possibilita maior visibilidade e reconhecimento de produtores, artistas e músicos em prol de facilitar pagamentos, colaborações e desenvolvimento de parcerias. Primeiramente, o projeto foi criado para que o cenário musical consiga trabalhar com mais criatividade no mercado tecnológico atual. Além disso, ela permite que novos negócios e projetos sejam financiados colaborativamente.

    O propósito do projeto Mycelia – música em blockchain

    Assim sendo, a Mycelia tem o propósito de que profissionais da música possam gerenciar suas carreiras com mais assertividade de forma colaborativa dentro da plataforma. Assim sendo, o projeto de música em blockchain cria um ecossistema vibrante e sustentável. Obviamente, o mercado deve ser justo, sustentável e vibrante e deve envolver todos os serviços de interação musical on-line.

    O que Imogen Heap quis proporcionar?

    Primeiramente, a blockchain é maravilhosa pra DAPPS (decentralized applications) e isso colaborou para que a Mycelia fosse real e para a independência do mercado fonográfico. Desde já, o projeto música em blockchain de Imogen Heap irá revolucionar o cenário. Assim, Mycelia é um centro de pesquisa e desenvolvimento do meio musical. A criação de Imogen Heap garante que todos os envolvidos sejam pagos e reconhecidos.

    Como isso pode mudar a vida de produtores e músicos?

    Certamente, a tecnologia do Bitcoin agrega muito valor e também deixa ver que os padrões comerciais, éticos e técnicos são definidos para aumentar a inovação no mercado da música do futuro. Com efeito, a proposta de música em blockchain de Imogen Heap é essencial conectar pontos em comum com todos envolvidos nesta mudança da industria musical. Assim, os participantes da plataforma podem explorar novas soluções tecnológicas e impactar positivamente o ecossistema musical.

    A evolução do cenário musical. Mycelia e Imogen Heap - Música em Blockchain

    A inovação na indústria fonográfica

    Com toda certeza, a música em blockchain irá criar um novo modo de consumo de música. O mercado será mais colaborativo. Em 2018, a artista Imogen Heap, uma apaixonada por bitcoin e inovação, saiu em turnê com o Mycelia World Tour até o verão de 2019. O modelo de turnê escolhido pela artista da música em blockchain está sendo composto por shows, palestras, workshops e exposições. Concluindo, o projeto está rodando por 40 cidades e também está sendo usado como um lançamento oficial do Creative Passport do Mycelia.

    O mercado musical vive novos tempos

    Em síntese, o mundo globalizado mudou tudo e a tecnologia contribuiu pra que isso ocorresse.
    A música em blockchain permite que produtores de música tenham um tecido conector da nova indústria. O Creative Passport é um contêiner digital que armazena informações de perfil verificadas, seus reconhecimentos, suas criações, parceiros de negócio e formas de pagamento. Concluindo, o propósito é que o mercado seja mais colaborativo e ajude os músicos em seus trabalhos. Vivemos num tempo mais técnico e inovador do que nunca! Por fim, a música em blockchain mostra como a industria trabalha através das lentes da arte.

    Você gostou do conteúdo?

    Compartilhe com seus amigos e fique ligado no Biscoint!

    Facebook  |   Twitter   |   Youtube   |  Google Play Store

    Read more

    Bitcoin faz 10 anos em 2018

    Uma moeda digital disruptiva – Bitcoin faz 10 anos

    Afinal, a realidade é clara, o Bitcoin faz 10 anos e devemos admitir que temos a moeda virtual de primeira geração mais disruptiva do século. Primeiramente, o bitcoin faz 10 anos e nós iremos falar um pouco sobre seu surgimento. A criptomoeda mais transacionada desde sua criação foi criada em 2008. Até o momento, o marketcap do Bitcoin está nos US$ 111.436.703.310 (cento e onze bilhões, quatrocentos e trinta e seis milhões, setecentos e três mil, e trezentos e dez dólares – o marketcap foi verificado em 05/11/2018). Os 10 anos do bitcoin são merecedores!

    Quem criou o Bitcoin?

    Assim sendo, o dilema do bitcoin ainda está em constante descoberta. Sabemos que o white paper foi escrito por Satoshi Nakamoto. O pseudônimo pode ter sido utilizado por quem criou o bitcoin. Nakamoto dizia no P2P Foundation que tinha 37 anos e vivia no Japão, muitos não acreditam na veracidade da informação. Caso se interesse, o estudo mais detalhado sobre o suposto criador do bitcoin pode ser encontrado facilmente na web. Tudo bem, o Bitcoin faz 10 anos. Será que devemos mesmo comemorar? Por favor continue conosco e descubra!

    Como o bitcoin foi desenvolvido?

    Primeiramente, o Bitcoin foi criado para ser uma criptomoeda descentralizada para soluções de pagamento (como foi iniciado o DigiCash por David Chaum em 1989). No início, ela foi mostrada, em 2008, na The Cryptography Mailing. Satoshi Nakamoto chegou a enviar cerca de 34 emails com o propósito de propagar sua nova criação. Através da tecnologia C++ do Bitcoin é possível realizar transações par-a-par sem problemas de gasto duplo.

    Para que serve o Bitcoin?

    Assim sendo, o bitcoin serve para transformar a sua maneira de utilizar ativos econômicos. O propósito principal do bitcoin é ser uma moeda digital mundial e descentralizada, além disso, uma alternativa contra o sistema econômico vigente (peer-to-peer electronic cash system). O bitcoin defende a liberdade financeira e a possibilidade de fazer suas compras e vendas de bitcoin sem intermediários.

    Bitcoin faz 10 anos – Devemos Comemorar?

    Em síntese, os 10 anos do Bitcoin são uma prova que o experimento de Nakamoto deu certo e isso agregou algo de muito positivo para a sociedade globalizada que vivemos. Assim sendo, devemos comemorar sim e agradecer ao criador(es). O Bitcoin faz 10 anos e você que participa disso faz parte de uma comunidade global e livre. Em suma, apesar da volatilidade, o Bitcoin continua funcionando precisamente.

    O que podemos esperar do Bitcoin?

    Antes de mais nada, o relatório do Grupo Satis aponta que as negociações podem aumentar bastante. Obviamente, o Bitcoin terá uma atenção maior das pessoas ao longo do tempo. Podemos esperar uma alta volatilidade, alguns estudiosos afirmam que a cotação pode passar dos 8 mil dólares até o fim do ano. Os 10 anos do Bitcoin devem ser celebrados e compartilhados por todos. Dessa forma, não deixe de mostrar para seus familiares e amigos a beleza da tecnologia do bitcoin.

    Mostra artística Bitcoin Art (r)evolution

    Definitivamente, o Bitcoin é uma moeda virtual global que atinge localidades de todo o mundo. Na França, os artistas Andy Bauch, Coin Artist, Josephine Bellini, Nanu Berks, Mark Bern, Yosh, Yom de Saint Phalle, Choq, Youl e Ilies Issiakhem resolveram se unir com o artista Pascal Boyart para organizar a exposição denominada Crypto Art ou Bitcoin Art (r)evolution. A exposição ocorreu em Paris, no período de 28 de Setembro a 5 de Outubro de 2018.

    O que podemos concluir sobre o Bitcoin?

    Assim sendo, recomendamos que você dê uma atenção maior ao Bitcoin e outras criptomoedas (Ethereum por exemplo) maior valor de circulação atualmente. Estude constantemente sobre elas e perceba como elas (cryptomoedas) podem contribuir substancialmente para nossa realidade globalizada. Concluindo, os 10 anos do Bitcoin são uma realidade e deixam bem claro que o bitcoin veio para ficar e irá só adquirir novos adeptos. O Bitcoin faz 10 anos e devemos ser gratos e continuar propagando notícias da tecnologia para nossos semelhantes.

    Se você gostou do conteúdo, acompanhe o Biscoint na web!  

    Facebook  |   Twitter   |   Youtube   |  Google Play Store

    Read more

    A princípio, saiba que existem maneiras fáceis e rápidas de comparar o preço do bitcoin.
    Por isso, resolvemos facilitar a sua vida e contribuir para que você entenda a utilizar um comparador de preços do Bitcoin. Assim sendo, fique de olhos abertos nas dicas infalíveis do Biscoint. Continue a leitura e aprenda conosco! 

    Comparando Preços do Bitcoin com Assertividade

    Antemão, você já pensou como seria incrível acompanhar e comparar o preço do bitcoin em todas as principais exchanges brasileiras? Do mesmo modo, o comparador de preços te ajuda a entender quanto vale 1 bitcoin em reais brasileiros, ou em qualquer outra moeda fiduciária que desejar. Além disso, um comparador de preços ajuda você a tomar a melhor decisão na hora de comprar ou vender bitcoins. Imediatamente, entenda como a ferramenta é muito útil, acompanhe conosco e perceba.

    De fato, um comparador de preços do bitcoin é essencial para quem precisa tomar decisões rápidas e racionais. Contudo, nós do Biscoint, resolvemos listar as melhores dicas de como comparar o preço do Bitcoin em tempo real. Como foi dito, as dicas são essenciais, lembre-se, recomendamos que leia com atenção e compartilhe com seus amigos se achar conveniente. Eventualmente, você precisará se aprofundar mais e descobrir como o mercado de ativos digitais possui suas especificidades. Vamos lá! Antes de começar, queremos alertar algumas coisas. 

    Dicas Infalíveis de Trading Inteligente  

    • tenha a estrutura necessária e diversifique sua carteira
    • disponibilize tempo na agenda e crie uma rotina
    • estude análise gráfica e estatística
    • entenda todos os custos envolvidos nas transações
    • cuidado com as informações que você consome

    Assim sendo, vamos entender como comparar os preços do bitcoin! Se você já aplicou as nossas dicas infalíveis para trading inteligente, acompanhe agora e aprenda a comparar o preço do Bitcoin com total comodidade. Nós do Biscoint, acreditamos que é importante você estudar sempre e se aperfeiçoar para agir com mais segurança. Enfim, acompanhe sempre os conteúdos que separamos e saia na frente. Let’s go! 

    7 Dicas Sobre Comparar o Preço do Bitcoin

    1. Entenda o índice USTD e Spread
    2. Compreenda os valores das taxas e comissões das corretoras
    3. Utilizando o Biscoint, clique na linha da corretora e visualize mais detalhes
    4. Busque estudar os mercados/corretoras e se realmente são confiáveis
    5. Decida o valor de compra/venda e compare em tempo real
    6. Analise suas escolhas e estude a melhor forma de agir
    7. Atue em prol de obter sucesso e atente-se aos gráficos (TradingView é uma ótima opção).

    Agora sim, você poderá comparar os preços do bitcoin com assertividade. Antes de mais nada, somos muito gratos se você acompanhou as dicas até aqui. Em suma, espero que tenha gostado, e jamais deixe de acompanhar o Blog do Biscoint. Dessa forma, você poderá aprender bastante sobre o mercado de criptomoedas e agir com mais assertividade para multiplicar seus ativos digitais. Concluindo, se você gostou das nossas dicas…

    Acompanhe o Biscoint na web:

    Facebook  | Twitter  | Google Play Store  | Youtube

     

    Read more

    11 Documentários Essenciais Para Entender Sobre Bitcoin

    Primeiro de tudo, os documentários são realmente essenciais

    Assim, os 11 documentários são essenciais para você amante do bitcoin. O Biscoint irá sempre vir com conteúdos feitos para que você compreenda bastante sobre o propósito principal do Bitcoin e das moedas digitais. Perceba, estudar sobre a tecnologia do Bitcoin é essencial.

    Nós do Biscoint, sabemos da importância de estudar sobre a essência do Bitcoin, da Blockchain e a tecnologia incrível por trás das criptomoedas. Por isso, vasculhamos diversos conteúdos interessantes na internet que abordam as moedas digitais e o Bitcoin. E obviamente, escolhemos os documentários essenciais. Disseminar ideias e nutrir o ecossistema pode fazer as nações entenderem melhor sobre como bitcoin é essencial.

    Conhecimento é Essencial para Entender Sobre Bitcoin

    Vivenciamos isso, e somos apaixonados por tecnologia. Cumprindo nosso dever, listamos 11 documentários sobre bitcoin que você precisa assistir e compartilhar da revolução tecnológica com todos seus amigos. Saiba que somos vitoriosos por fazermos parte disso! Por isso, a cripto-economia e os ativos digitais podem contribuir imensamente para a disseminação do Bitcoin e da informação sobre seu uso e potencial no mundo globalizado.

    Se Atentar ao Mercado de Criptomoedas é Essencial

    Acreditamos na tecnologia, por isso, selecionamos os documentários para quem acredita na possibilidade de utilizar o Bitcoin nas suas transações. Assim, escolhemos 11 documentários essenciais e listamos para você com olhar crítico. Assim, a causa do surgimento do Bitcoin é incrível, você precisa abrir sua percepção.

    Assim sendo, se atente a tudo que tenha relação ao mercado de criptomoedas, isso é essencial para quem busca investir em bitcoin. Compreender sobre a invenção mais disruptiva da história é um mérito, e ajudar as outras pessoas a entenderem é um dever de todos. É perceptível que o mundo precisa estudar sobre Bitcoin, Blockchain, criptomoedas, ICO’s e ativos digitais. Por isso, recomendo que continue a leitura.

    Vídeos Essenciais para Estudiosos do Bitcoin

    Certamente, não precisamos do controle de instituições corruptas, nós precisamos é de liberdade! Bitcoin é considerado disruptivo e pode surpreender diversas pessoas pela sua diferenciação. Dessa maneira, ele já está sendo usado em diversos países como forma de pagamento.

    Somos ávidos estudiosos do Bitcoin! Por isso, recomendamos os 11 documentários essenciais para o entendimento mais sólido sobre criptomoedasApós contextualizar um pouco, vamos ao que interessa. Finalmente, você poderá conhecer mais de perto algumas produções audiovisuais magníficas.

    Os 11 Documentários Essenciais Sobre Bitcoin: 

    1. Banking on Bitcoin (2017)
    2. Blockchain and Us (2017)
    3. Bitcoin – o fim do dinheiro como conhecemos (2015)
    4. Futuro Descentralizado (2018)
    5. A Ascensão do Dinheiro (2009)
    6. Life on Bitcoin (2017)
    7. The Bitcoin Gospel (2015)
    8. The Bitcoin experiment (2016)
    9. The Bitcoin story (2015)
    10. Ulterior States [IamSatoshi Documentary] (2015)
    11. Como Comparar Preços de Bitcoin com Inteligência (2016)

    Sem dúvida, a informação precisa ser disseminada. Por isso, compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário. Concluindo, espero que tenha gostado. Os 11 documentários são essenciais para se aprofundar mais no propósito da tecnologia do Bitcoin. O Bitcoin é revolucionário e isso nos mostra a capacidade dele atingir o mundo todo. Apesar de tudo, é perceptível o seu poder em melhorar a economia. 

    Mais uma sugestão de vídeo adicional: Como comprar bitcoins mais barato

    Se você gostou, siga o Biscoint nas redes sociais:

    Facebook  |  Twitter  |  Youtube  |  Play Store  

    Read more

    50 Cent ou 8 milhões de Bitcoins ~Biscoint

    (Tradução Adaptada)

    Alguns boatos na web dizem que o rapper 50 Cent acumulou milhões de bitcoins e havia esquecido disso, mas muitos duvidam da veracidade de tal informação. Por isso, nós resolvemos vasculhar a web com o objetivo de investigar se é verdade ou mentira.

    50 Cent ou 8 milhões em Bitcoin?

    Em 2014, o rapper resolveu vender seu álbum “Animal Ambition” utilizando a plataforma do Bitpay para receber os pagamentos em Bitcoin. 50 Cent foi tão assertivo na sua escolha que mobilizou vários entusiastas da criptomoeda da primeira geração e do hip hop. Além de ser um artista e produtor de rap de sucesso, 50 Cent é um notável empreendedor, tendo investido em diversos negócios no decorrer da sua carreira.

    Na época, o presidente executivo da BitPay, Tony Gallippi, saudou o anúncio dizendo: “Estamos empolgados em ver artistas independentes de alto perfil usarem o bitcoin e a trilha do 50 Cent como um inovador”.

    O rapper 50 Cent é um empreendedor e verdadeiro entusiasta da tecnologia. Ele complementou sua receita através de uma estratégia muito inteligente e pensando fora da caixa, literalmente abraçou a tecnologia de pagamentos do Bitcoin. O artista já vendeu mais de 30 milhões de discos e seu sucesso com a venda do álbum, aceitando bitcoin não seria diferente.

    Centenas de Milhares de Vendas Aceitando Bitcoin

    Além do interesse por Bitcoin, 50 Cent é investidor assíduo. Mais famoso por seu investimento na Glaceua, que depois foi vendida para o conglomerado de bebidas Coca-Cola por US $ 4,1 bilhões, 50 Cent também se engajou em outros investimentos notáveis ao longo dos anos.

    Dado o notável ativismo de 50 Cent como investidor, é possível perceber que a mudança signifique o maior interesse do astro do rap em moedas digitais. Por exemplo, ao aceitar o bitcoin como pagamento por cópias de ‘Animal Ambition’, o empreendimento fornece a Curtis Jackson (50 Cent) uma maneira interessante de acumular BTC.

    A CoinDesk (site de notícias especializado em moedas digitais e bitcoins) tentou contatar o porta-voz de 50 Cent, mas não quiseram se manifestar sobre o assunto. Mas sabe-se que o rapper vendeu milhares de cópias e conseguiu acumular entre US$ 7 milhões e US$ 8 milhões em bitcoins devido à venda de seu álbum Animal Ambition, lançado originalmente em 2014.

    Verdade ou Mentira: 50 Cent ou US$ 8 milhões em Bitcoins?

    De acordo com nossa pesquisa, o rapper Curtis Jackson, conhecido como 50 Cent resolveu mesmo aceitar pagamentos pela cópia do seu álbum em 2014. Mesmo sendo verdade ou mentira, os grandes portais de notícias dizem que 50 Cent foi um dos primeiros hodlers de bitcoin do mundo da música.

    50 Cent apareceu e confirmou a notícia em uma legenda no Instagram: “Não é ruim para uma criança do South Side, estou muito orgulhoso de mim”, seguido do comentário “Eu sou uma pessoa real, esqueci que fiz essa merda. Lol. ” Em um post posterior do Instagram, ele mostrou imagens de bitcoin com a legenda: “ todo dinheiro é bom dinheiro aqui ”.

    Aparentemente, realmente o rapper 50 Cent acumulou centenas de milhões de frações de Bitcoin. 50 Cent pode ter tropeçado em seus milhões de cripto, mas isso não diminui sua visão inicial de apoiar a moeda digital ainda bastante obscura. Ainda assim, as fortunas da criptomoeda podem mudar a qualquer momento. Nós estamos super curiosos e queremos saber o que ele planeja fazer com seus bitcoins. Compartilhe sua opinião nos comentários!

    Se você curtiu o conteúdo não deixe de seguir o Biscoint nas redes sociais!

    Facebook | Twitter | Youtube

    Referências:
    TechCrunch
    CoinDesk
    Motherboard

    Read more

    O que é o Soft Fork e Hard Fork do Bitcoin?

    Se você quer começar a investir no mundo das criptomoedas, há dois termos que precisa conhecer: soft fork e hard fork. Eles aparecem com certa frequência nesse meio e consistem em bifurcações. Mas o que isso significa na prática no mundo dos bitcoins (BTC’s)?

    Basicamente, um fork é o momento em que há uma divisão na cadeia de blocos, a blockchain. Essa separação pode ser uma atualização ou uma mudança. Em qualquer um dos casos, é preciso entender como as transações são efetuadas na rede e de que forma são interligadas.

    É por isso que vamos explicar melhor esse assunto. Então, entenda hard fork e soft fork do Bitcoin a partir de agora. Vamos lá?

    O que é o fork?

    Você já deve saber que o funcionamento e a operação dessa cadeia na rede do Bitcoin depende de três agentes:

    • usuários: realizam as operações da criptomoeda pelos mineradores;
    • mineradores: são computadores ou agentes que validam as transações e as inserem em um bloco, que posteriormente será validado;
    • nós (nodos): consistem nas máquinas que escaneiam e armazenem os novos blocos no intuito de anexá-los à cadeia, que é descentralizada e está em atualização constante.

    Nesse processo, o nó somente aceita um bloco se as operações forem válidas e não houver duplicidade. Além disso, cada um dos nodos tem informações específicas, que não precisam ser constantemente iguais.

    Esses nós que contêm novos blocos estão em uma espécie de competição em prol de formar uma nova blockchain. No momento em que encontrar uma cadeia maior em outro nodo, ela é automaticamente baixada, acrescenta um novo agrupamento e pode propagar o comportamento entre outros nós da rede do sistema Bitcoin, por exemplo.

    É aí que pode surgir um soft fork ou hard fork. Ele indica que há dois nomes diferentes que desejam agregar as validações de uma mesma cadeia. A questão pode ser solucionada e geralmente é derivada de duas situações pontuais:

    • inconsistências temporárias entre as versões da cadeia de blocos;
    • alterações de função do desenvolvimento da plataforma.

    A convergência costuma resolver o problema, sempre com a adição de mais blocos a uma das ramificações do fork. A maior cadeia tende a vencer.

    Soft fork vs. hard fork: o que significam?

    Iremos explicar pra você o que é isso que pode ocorrer com o Bitcoin (e outras criptomoedas). A explicação anterior focou no que acontece na prática se surgir a necessidade de um fork. Em outras palavras, essa bifurcação aparece quando há uma alteração das regras de consenso da rede da Blockchain. Porém, quais são as características de cada uma dessas modalidades? Listamos abaixo. Confira!

    Hard vs. Soft Fork

    O soft fork se refere às modificações que restringem as diretrizes aplicadas pelos nós. Nesse caso, há compatibilidade com versões mais antigas.Um exemplo é a modificação do tamanho do bloco, de 1Mb para 0,75Mb. Essa é uma regra mais restrita. Assim, os blocos minerados por nodos de 0,75Mb são aceitos por aqueles que usam a norma anterior.

    Os mineradores precisam atualizar a plataforma, mas os usuários continuam a trabalhar normalmente. Já o hard fork é uma modificação que diminui a restrição das diretrizes aplicadas. As regras são flexibilizadas, o que faz um bloco anteriormente considerado inválido se tornar ativo. Continue conosco e entenda de uma vez por todas o que é soft e hard fork.

    É o caso de um bloco de 1Mb, que teve seu tamanho alterado para 2Mb. Nesse contexto, os blocos minerados por nós com software de 2Mb não são aceitos pelos nodos que ainda estão desatualizados. Aí existe uma incompatibilidade. Agora, você deve estar se perguntando: o que isso influencia nos meus investimentos? A resposta está em seguida.

    Qual o cenário de possível hard fork do bitcoin em 2018?

    Tanto o soft fork quanto o hard fork podem ser validados a partir de um consenso. Quando este for geral, permanece uma moeda única. Se a situação for outra, é criada uma criptomoeda diferente com um blockchain separado.

    Dois exemplos são o hard fork Bitcoin Cash — ou BCH hard fork — e o Bitcoin Gold. O primeiro é uma bifurcação da cadeia atual. Ela mantém os registros anteriores, mas é incompatível com as propostas de UASF e SegWit2x.

    Na prática, a BCH é a continuação do projeto bitcoin no modelo de criptomoeda peer to peer.
    O hard fork de 2018 foi anunciado em maio, com a permissão de maiores tamanhos de transações de um bloco e outras correções. Já o Bitcoin Gold que é outra criptomoeda, cuja expectativa é ser uma reserva de valor melhor que o BTC.

    Quando será o hard fork Bitcoin Gold? Seu lançamento foi feito em novembro de 2017, mas ele ainda não mostrou seu potencial. Sofreu um ataque DDoS logo no lançamento e, por isso, apresentou um resultado aquém do esperado. Assim, fica claro que o hard fork do Bitcoin pode representar uma boa oportunidade no mundo das criptomoedas. Mas é preciso ficar atento no mercado e buscar evitar problemas.

    E você, gostou de entender mais sobre o assunto? Saiba mais sobre bitcoins curtindo nossos perfis nas redes sociais! Estamos no Twitter e no Facebook.

    Read more

    Widget de preço do Biscoint

    Use o widget do Biscoint para deixar seu público informado sobre o melhor preço de Bitcoin no Brasil em tempo real.

    Seu público foi mordido pelo bichinho das criptos, e dá umas escapadas do seu site pra ver o preço do Bitcoin em outro lugar? Que tal então mantê-los cativos, dando a eles o melhor preço do Bitcoin no Brasil em tempo real?

    Com a inclusão de um código simples, você embute um mostrador de preços no seu blog ou site, ou até mesmo no meio de um blog post como fizemos abaixo:


    Quem usa WordPress ainda conta com a conveniência de um plugin que torna trivial a inclusão do widget do Biscoint. É só baixar o arquivo .zip da última versão e instalar o plugin no seu WordPress, e uma nova opção vai aparecer na sua seção de Widgets, como se vê abaixo:

    E mais, o plugin, além de gratuito, é open-source. Acesse a página do plugin no GitHub para instruções mais detalhadas de uso.

    Read more

    o que afeta o valor do Bitcoin - Biscoint

    A nova versão do Biscoint está cheia de novidades, e marca o início de um novo ciclo para o comparador de preços favorito do Brasil 😉

    Para os visitantes assíduos, o Biscoint pode ter parecido um lugar pacato em 2018.

    Usuário do Biscoint em 2018

    Mas nos bastidores uma história bem diferente estava se desenrolando.

    Time do Biscoint em 2018

    Com importantes adições à equipe, estivemos trabalhando energizados em uma série de novidades e melhorias. É sobre isso que falaremos nesse post. Com pressa?

    Acesse o Biscoint 2.0!

    Curioso? Então segura firme, que é bastante coisa bacana.

    Primeiro, as novidades mais pedidas:

    Índices

    O Bitcoin é negociado em diversos países, e em relação a várias moedas nacionais diferentes. A moeda com maior volume de negociação de bitcoins, disparado, é o dólar, e por essa razão o preço do Bitcoin em dólar acaba sendo um pivô, e os preços do Bitcoin em outras moedas orbitam ao redor dele.

    Também é verdade que, no longo prazo, há uma tendência de arbitragem dessas diferenças de preço de modo a fazê-los convergir. Ou seja, se o Bitcoin estiver relativamente barato em reais, alguém vai comprar bitcoins usando reais, depois vendê-los por dólares, e então vender os dólares por reais novamente, apropriando-se no final de um lucro de arbitragem.

    Saber se o Bitcoin no Brasil está relativamente barato ou caro pode ser uma informação útil para quem está decidindo comprar ou vender.

    E o Biscoint agora traz um indicador chamado Dólar Bitcoin, que torna fácil avaliar quão caro ou barato o Bitcoin está.

    Um percentual verde e negativo indica que o Bitcoin está relativamente barato no Brasil. Mas não tome suas decisões baseando-se apenas nisso, pode acontecer de o Bitcoin ficar semanas, às vezes meses, relativamente barato ou caro, mas diferenças maiores normalmente tendem a prevalecer por menos tempo.

    Widget

    Se você mantem um site ou blog, que tal manter seu público sempre a par do melhor preço de Bitcoin do Brasil, em tempo real?

    Essa é a proposta do Widget, disponível gratuitamente na nova versão do Biscoint. Você pode inclusive embuti-lo no meio de um blog post, como fizemos abaixo:


    Quem usa WordPress ainda conta com a conveniência de um plugin que torna trivial a inclusão do widget do Biscoint.

    E mais, o plugin, além de gratuito, é open-source. Acesse a página do plugin no GitHub para instruções mais detalhadas de uso.

    Design Renovado

    Usuários antigos terão uma surpresa. Esperamos que uma surpresa positiva. Fazemos destaque para as seguintes mudanças:

    • Design mais compacto permite ver mais informações sem precisar rolar a página. Ah, e agora você não precisa digitar um preço pra começar a ver o ranking, ele já vem pré-carregado com a consulta de R$1.000,00.
    • Novas pistas visuais de apoio à decisão de compra
      • Os demais colocados no ranking mostram a diferença percentual contra o menor preço
      • Nas pesquisas em que o usuário informa o valor em Bitcoin, mostramos a diferença em reais contra o melhor preço pra tornar explícito quanto o usuário vai pagar/receber nas outras corretoras.
    • Animações visuais dão uma noção melhor da atividade do mercado
      • As mudanças no ranking das corretoras agora são mais fáceis de perceber;
      • “Bleeding” mostra as mudanças de preço absoluta, e a cor dá pista de se a mudança de preço foi favorável (verde) ou não (vermelho);
      • Animações de mudança de preço.

    Conta pra gente o que achou lá no Spectrum do Biscoint!

    Aplicativo Android

    Usando o novo aplicativo do Biscoint, você tem acesso a uma experiência com melhor performance, e economiza seus dados de internet já que o aplicativo não precisa ser baixado da internet a cada acesso, como ocorre quando você acessa o Biscoint pelo navegador do celular.

    Apoiadores

    A caminhada, até aqui, foi de sinergia e crescimento, para o Biscoint, para os usuários e para as corretoras. E isso nos motivou a dar alguns passos em direção a um crescimento sustentável.

    Nasceu disso o programa Apoiadores do Biscoint, que permite que as corretoras contratem exibição aprimorada de suas marcas nos resultados do comparador de preços. Acessando o Biscoint você poderá distinguir – e prestigiar – as corretoras que mais diretamente contribuem para a existência dos nossos serviços.

    Estamos decididos, contudo, a nos mantermos como um portal de informações neutro e idôneo, e o ranking de preço não está à venda.

    O Biscoint recebeu apoio financeiro de boa parte das corretoras brasileiras, o que vai nos ajudar com os custos de infraestrutura e a manter os serviços básicos do Biscoint gratuitos para a comunidade brasileira. Nosso muito obrigado a todas as corretoras apoiadoras.

    Otras Cositas

    O Biscoint foi reescrito do zero. Lançamos as fundações pra crescermos saudáveis, e pra escalar, rápido. Nem saberíamos enumerar todas as mudanças feitas, e abaixo está o resultado de um esforço de menção honrosa.

    Melhorias de Performance

    Fizemos progresso significativo no que tange a performance do site em geral:

    • O tempo de carregamento (e a quantidade de dados) foi significativamente reduzida.
    • Enorme redução no consumo de banda contínuo, o que é vantagem especial para usuários mobile.
    • Trocamos o sistema de internacionalização, e agora as traduções são imperceptíveis (como deveriam ser).

    OrderBooks

    Foi criada uma página que te dá acesso aos livros de ofertas das corretoras em tempo real. Para usuários avançados, pode ser uma mão na roda.

    Variadas

    • O Biscoint agora detecta e relata rapidamente sempre que a API de preço de uma corretora está offline ou não respondendo;
    • Vários bugs corrigidos, e possivelmente vários outros introduzidos dos quais ainda não temos conhecimento ;p

    Limitações

    Desabilitamos, na nova versão, provisoriamente, as seguintes capabilidades:

    • Log-in e registro estão desativados. Mas vamos reabilitar isso nas próximas semanas.
    • Anúncios (banner) também temporariamente desativados. É por pouco tempo, prometemos!
    • A compra fracionada foi desabilitada. A verdade é que poucos usuários utilizavam esse recurso, e ainda precisamos encontrar uma maneira escalável de entregar isso no novo engine de cálculo de preços do Biscoint.
    • Desabilitamos alguns países, e algumas línguas. Em compensação tornamos muito mais fácil adicionar novas regiões e corretoras.

    Novidades a caminho

    • Em breve vamos lançar os destaques de corretoras, que permitirão que elas adquiram uma visualização destacada de seu resultado (sem comprometer a posição no ranking).
    • Altcoins: já está no forno o suporte à comparação de preço de altcoins! Priorizaremos aquelas que são negociadas no maior número de corretoras brasileiras.
    • Compra instantânea: como alguns poucos já devem ter notado, estamos entregando muito lenta e cuidadosamente a versão beta de uma nova funcionalidade. Vamos falar em mais detalhes sobre isso no futuro, mas por hora é suficiente dizer que permitirá ao usuário comprar Bitcoin das corretoras por meio do Biscoint, e com confirmação de depósito instantânea.

    Fique antenado em nosso blog para futuras atualizações!

    E não se esqueça de nos dizer o que achou no Facebook e no Twitter (mencionando @Biscoint em ambos os casos). Estaremos de olho.

    Read more

    voce-precisa-gastar-seus-bitcoins

    O número de negociações feitas com o uso de Bitcoins vem crescendo cada vez mais em todo o mundo desde o surgimento da moeda digital em 2009.

    crescimento bitcoin

    Número de transações realizadas com bitcoin desde o surgimento da moeda em 2009. Fonte: Blockchain

    Mas mesmo em um cenário de crescimento, até usuários fiéis do Bitcoin tem grande resistência em utilizá-lo como meio de pagamento, apesar de já existirem mais de 15 mil estabelecimentos que aceitam bitcoin só no Brasil e outros tantos outros em todo o restante do mundo.

     

    As vantagens do uso do da moeda digital são inúmeras e uma das principais está justamente relacionada a seu crescimento. A valorização do Bitcoin como moeda, principalmente quando comparada às outras comuns é muito maior. Por muitos é considerada uma das melhores formas de investimento existentes, considerando o mercado atual.

    bitcoins valorizacao real

    Crescimento do preço do Bitcoin em Reais (BRL). Fonte: bitcoincharts.com

    Em face a essa valorização, os usuários têm mantido seus investimentos “debaixo do colchão”. A preferência fica em usar as formas de pagamento tradicionais ao invés dos preciosos Bitcoins. Porém, não é difícil entender que para o Bitcoin continuar crescendo e expandindo para novos mercados as pessoas precisam usá-lo de fato. Afinal, como convencer os estabelecimentos comerciais a aceitarem o bitcoin como método de pagamento se ninguém está disposto a usá-los? Vamos chegar lá.

    Bitcoins em circulação impulsionam o mercado

    Claro que, do ponto de vista econômico, comprar e guardar bitcoins por si só já contribui com o crescimento da tecnologia. Isso porque diminui a quantia de bitcoins em circulação, tornando-os mais escassos e pressionando assim o preço para o alto. Mas, melhor que isso, colocar os Bitcoins em circulação contribui ainda mais para o crescimento, não só do Bitcoin, mas de uma economia global com a moeda digital.

    Mas então, se guardar bitcoins é lucrativo e gastá-los é ainda melhor, porque as pessoas continuam guardando seus bitcoins? ( hodlers! ) A razão mais provável disso é que, fazer essas transações atualmente não é tão simples assim. Veja abaixo um exemplo:

    Até hoje ( porque vamos te mostrar como resolver isso no final deste post ) funciona mais ou menos assim: Você vê um smartphone à venda por R$ 2.000,00 e escolhe pagar usando seus ( preciosos ) bitcoins. Feita a compra, você acessa a sua corretora de bitcoins e faz uma solicitação de depósito no valor que você gastou comprando o smartphone. Então, você entra em seu internet banking, transfere o dinheiro, baixa o comprovante e envia pra a corretora. Depois disso tudo com certeza você toma um cafézinho, enquanto a confirmação do depósito é feita. E se com sorte o pagamento for confirmado, então você faz uma compra a preço de mercado de dois mil reais em bitcoins. ( Correndo o risco de conseguir menos bitcoins do que o efetivamente gastou na compra do celular ) Ufa… Complicado, não?

    Foi pensando nisso que o Biscoint criou o Hodler: Um repositor automático de bitcoins, feito para que as pessoas usem seus bitcoins sem remorso e mantenham suas economias intactas. Entenda como funciona a seguir.

     

    Conheça o Hodler

    O Hodler monitora em tempo real todos os gastos de sua carteira de bitcoin, a partir da chave pública estendida. Sempre que um novo gasto é detectado, ele faz uma compra automatizada de bitcoins, repondo a quantia gasta ( inclusive a taxa de transação ). A compra é feita no melhor preço daquele exato momento. Este preço é garantido pelo Biscoint, que encontra em tempo real o preço mais baixo de bitcoin. Ao final do mês, o usuário recebe uma fatura com código de barras pagável em qualquer banco. Com a fatura paga, o usuário resgata os bitcoins custodiados.

     

    Como utilizar?

    Atualmente o Hodler está em fase beta para usuários selecionados. Caso você tenha interesse, basta acessar o site hodler.io e se cadastrar para participar do beta.

     

    Read more